sábado, 13 de setembro de 2014

APEGO


Quando, para ser aceita, a pessoa transforma-se naquela que os outros desejam que ela seja, com medo da rejeição, ela é que está se rejeitando e consequentemente, atraindo a solidão. E, estar solitária, significa não estar consigo.

As pessoas costumam passar a vida tentando preencher suas carências, ao invés de adquirir confiança em si e amor por si, antes de tudo. Quem depende do outro não presta atenção em si porque esse “si” pode ser diferente do que os outros gostam, então, vive uma fantasia e não a realidade.

A intenção da “Vida” é sempre trabalhar para a nossa independência e por essa razão é que nos fez completos. Depender de alguém para ser feliz é horrível, é “pobre”. Além do mais, apego não é amor. Ninguém se apega por que ama. Apega-se porque necessita do outro.

Mas, não podemos nos esquecer da Lei da Afinidade, ou seja, atraímos para nós o que temos e afastamos o que não temos. O que temos, teremos cada vez mais e o que não temos afastaremos cada vez mais, também. Assim sendo, “toda luta para ser aceito atrairá cada vez mais a rejeição”.


(Sueli Benko)

...

7 comentários:

  1. Adorei Su querida!
    É bem por aí mesmo.
    Tenho me sentido bem mais leve depois que assumi determinadas posturas.
    Adoro te ler, passa sempre algo de bom e útil para nosso caminhar.

    Beijos de saudades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Majô! Também estou com saudade, viu???

      Excluir
  2. Acho que este texto foi escrito para mim. Ja o li algumas vezes e lerei mais algumas. Refletindo... Tentando aprender... Tentando mudar... Saudades...

    Rosangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rô, você é uma pessoa mais que maravilhosa! Tem motivos de sobra para se amar incondicionalmente! Saudades demais de você!

      Excluir
  3. Um momento doce e cheio de significado para as nossas vidas. É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca. É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações. É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui. Noite cristã, onde a alegria invade nossos corações trazendo a paz e a harmonia.
    Desejo a você e a todos aqueles a quem mais ama um Feliz e abençoado Natal. Beijokas

    ResponderExcluir

Adoro quando você deixa um comentário. Quero saber a sua opinião.
Obrigada!